Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Governo garante "critérios proporcionais e objetivos" no apoio aos média - Radio Ritmos

Fale conosco via Whatsapp: +351 912448144

No comando: Bailarico

Das 17:00 às 19:00

No comando: Despertar

Das 09:00 às 12:00

No comando: José Firmino

Das 10:00 às 12:00

No comando: Hora do Almoço

Das 13:00 às 14:00

No comando: Portugal a Cantar

Das 14:00 às 17:00

No comando: Matinê da Ritmos

Das 16:00 às 18:00

No comando: Ao cair da tarde

Das 17:00 às 19:00

No comando: Portugal & Musica

Das 17:00 às 19:00

No comando: Caixa de Musica

Das 18:00 às 20:00

No comando: 60 Minutos

Das 19:00 às 20:00

No comando: Serões da Ritmos

Das 19:00 às 21:00

No comando: Radar Luso

Das 19:00 às 21:00

No comando: Praça do Fado

Das 20:00 às 22:00

No comando: Brisa Musical

Das 20:00 às 23:00

No comando: Na Pontinha do Pé

Das 21:00 às 23:00

Governo garante “critérios proporcionais e objetivos” no apoio aos média

A distribuição dos apoios aos media “é feita de acordo com critérios proporcionais e objetivos”, onde se incluem receitas comerciais e circulação, disse hoje à Lusa fonte do gabinete do secretário de Estado dos media.

Questionada sobre a forma como foi feita a distribuição dos 15 milhões de euros de compra antecipada de publicidade institucional por parte do Estado, fonte do gabinete do secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media recordou que a “aquisição é feita com respeito pelo disposto na Lei n.º 95/2015, de 17 de agosto, sobre a publicidade institucional do Estado”.

De acordo com este diploma, “75% da verba total é destinada a órgãos de comunicação social de âmbito nacional, e 25% da verba é afeta a órgãos de comunicação social de âmbito regional e local”.

Depois, “a distribuição da verba é feita de acordo com critérios proporcionais e objetivos: receitas de comunicações comerciais e de circulação em período homólogo (segundo trimestre de 2019)”, acrescentou a fonte do gabinete de Nuno Artur Silva.

“Para a fixação de critérios e de montantes foram tidos em consideração os contributos das entidades representativas do setor, nomeadamente, a Plataforma de Media Privados, a Associação Portuguesa de Imprensa, a Associação de Imprensa de Inspiração Cristã, a Associação Portuguesa de Radiodifusão e a Associação de Rádios de Inspiração Cristã, bem como outros interessados e organismos do setor”, acrescentou a mesma fonte.

“O procedimento é acompanhado pela Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I. P., que está a preparar os procedimentos administrativos e contratuais”, refere a mesma fonte.

O gabinete do secretário de Estado com a tutela dos media recorda ainda que “o Governo tomou a decisão de comprar antecipadamente espaço/tempo para difusão de ações de publicidade institucional em órgãos de comunicação social, articulando serviços de diferentes áreas governativas e alocando uma verba total de 15 milhões de euros com IVA incluído”.

Deixe seu comentário:

PUBLICIDADE