Restaurante Aidé vence XVI Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde
Redes Sociais

Noticías

Restaurante Aidé vence XVI Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde

O Restaurante Aidé, localizado no concelho de Paços de Ferreira, confecionou o melhor Capão à Freamunde e venceu o XVI Concurso Gastronómico da especialidade.

Publicado há

em

Depois do restaurante “O Marceneiro” vencer a última edição do Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde, em 2019, agora foi a vez do Restaurante Aidé, localizado no concelho de Paços de Ferreira. A próxima meta é vender a ave durante todo o ano e por todo o país.

Já é conhecido o novo vencedor do Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde, organizado pela Associação Juvenil Ao Futuro (AJAF). O presidente da entidade, Carlos Costa, revela que esta edição foi uma verdadeira “Champions League”, mas lamenta o facto de terem aderido menos restaurantes.

O Restaurante Aidé confecionou o melhor Capão à Freamunde e sucedeu o vencedor do ano de 2019, o restaurante “O Marceneiro”, que por sua vez ficou posicionado em terceiro lugar esta edição. O segundo prémio foi para o restaurante “O Tarasco”.

O presidente da Associação declara que é importante ao longo dos anos existirem diferentes vencedores, uma vez que demonstra imparcialidade por parte do júri e junta diversas figuras ilustres da gastronomia nacional.

O concurso contou com o cidadão honorário Fernando de Mello como Presidente do Júri, uma vez que abraçou esta iniciativa há mais de uma década, assim como pelo Chefe de Cozinha, Paulo Queirós, o Jornalista, António Moura, a Engenheira, Rosa Patacho e o Professor da Escola de Hotelaria do Politécnico do Porto, Luís Correira.

Humberto Brito, Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, afirma que a especialidade do concelho tem evoluído ao longo dos anos por mérito de “muitos homens e mulheres que contribuíram para que hoje o Capão à Freamunde seja uma grande imagem de marca do concelho”.

Mas, mais do que uma marca do concelho, a meta é fazer a ave “voar” por todo o país!

Para Fernando de Mello, todos os embaixadores que divulgam a iguaria pelo país também tiveram um papel muito importante nesta edição da Semana Gastronómica, uma vez que foram totalizados mais de cinquenta efetivos: “Este cargo não é meramente honorário, estas pessoas implementam o capão ao longo da sua vida profissional em várias zonas do país. E vamos fiscalizá-los”, brinca.

Assim sendo, os novos embaixadores da especialidade são:

  • Victor Felisberto, com restaurante em Abrantes;
  • Zahari Markov, do restaurante lisboeta The B. Temple
  • Manuel Moura, fundador da confraria das Tripas à Moda do Porto;
  • Anselmo Mendes, enólogo;
  • Paulo Queirós, do Restaurante Cordel Maneirista, de Coimbra;
  • Paulo Rodrigues, Rei dos Leitões na Mealhada;
  • Júlio Fernandes, vice-presidente da ARESP;
  • Lídia Braz, restaurante Stramuntana, em Vila Nova de Gaia;

O Presidente da Junta de Freguesia de Freamunde, Arménio Ribeiro, afirma que o Capão à Freamunde tem “trazido cada vez mais pessoas a Freamunde e ao nosso concelho”, o que por sua vez tem “ajudado a potenciar a economia local e, simultaneamente, projetado o nosso território a nível nacional. Hoje temos chef’s embaixadores de todo o país”.

A classificação da Freamunde como Indicação Geográfica Protegida (IGP) dá garantias de qualidade dos animais, ao mesmo tempo que envolve mais responsabilidade por parte de todos os envolvidos e a necessidade urgente de se angariar uma sala de abate:

“Esta certificação vem acelerar a urgência da sala de abate, que vai ser uma realidade a curto prazo. Os consumidores passarão a ter a garantia de que estão a consumir um produto genuíno supervisionado por técnicos competentes, com toda a higiene e segurança”, declarou Arménio Ribeiro.

Assim sendo, a sala de abate será a próxima meta para que torne o Capão à Freamunde um produto “mais nobre e com valor acrescentado”, o que se traduz em novos mercados e compradores para o futuro: “Ter capão todo o ano e para todo o país”.

Deixa aqui o teu comentário

Noticías

Capital do Móvel está de regresso ao Pavilhão Carlos Lopes em Lisboa

A Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) veio comunicar a realização da Capital do Móvel em Lisboa.

Publicado há

em

A maior feira de decoração e mobiliário está de volta ao Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, entre os dias 6 e 10 de julho. Esta será a segunda edição da Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) na capital portuguesa, depois do sucesso em 2021.

Através de uma nota de imprensa, a Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) comunicou a realização da 57ª Capital do Móvel que terá lugar, pela segunda vez, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, entre os dias 6 e 10 de julho.

Depois de uma primeira edição em 2021, a maior feira de mobiliário e decoração pretende reunir novamente dezenas de expositores em Lisboa para mostrar o melhor que se produz na Capital do Móvel e impulsionar este setor num ponto estratégico de Portugal.

Durante quatro dias, os empresários terão a oportunidade de deixar uma marca da Capital do Móvel no polo socioeconómico mais importante do país, assim como poderão atrair novos visitantes e permitir um maior desenvolvimento das empresas locais através de novos contactos e parceiros de negócio.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler

Noticías

Última Hora: Nuno Machado e ex-militares portugueses estavam na base militar bombardeada!

Flávio Sousa

Publicado há

em

Instagram

Nuno Machado e outros ex-militares portugueses foram combater na Ucrânia.

Na manhã deste domingo, dia 13 de março, a base militar onde estavam listados foi bombardeada pela Rússia, perto da fronteira com a Polónia, que fez 35 mortos e mais de 100 feridos.

Sofiya Markelov, irmã do condutor que levou os portugueses até à Polónia, afirmou em declarações à CNN Portugal que deixou de ter contacto com os militares há cerca de seis, sete horas.

“Acho muito estranho. Não quero acreditar que pode acontecer o que estamos a pensar, porque de facto são ex-militares muito bem preparados e a base é muito grande e foi atacada só uma pequena parte. Já enviei várias mensagens a todos eles e, para já, não obtive nenhuma resposta”, afirmou.

De salientar que o ataque registou pelo menos 35 mortos e 134 feridos. O ex-concorrente do reality show já não publica nada nas redes sociais há 22 horas

Saiba mais aqui.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler

Noticías

Últimas: Ex-Presidente do Banco Espírito Santo, Ricardo Salgado foi condenado!

Ricardo Salgado condenado a seis anos de prisão

Publicado há

em

O ex-presidente do Banco Espírito Santo recebeu a sentença de condenação na passada segunda-feira, dia 7 de março, a seis anos de prisão pelos crimes de abuso de confiança no processo Operação Marquês.

Em causa está o desvio de mais de 10 milhões de euros, e tendo sido comprovado pelo tribunal, o arguido terá em sua defesa a doença de Alzheimer, algo que o advogado tentou levar a cabo de forma a atenuar a pena.

Obviamente, não podemos concordar com esta decisão”, referiu Francisco Proença tentando recorrer.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

Tendências