Quantcast
Restaurante Aidé vence XVI Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde
Segue-nos

Noticías

Restaurante Aidé vence XVI Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde

O Restaurante Aidé, localizado no concelho de Paços de Ferreira, confecionou o melhor Capão à Freamunde e venceu o XVI Concurso Gastronómico da especialidade.

Publicado há

em

Depois do restaurante “O Marceneiro” vencer a última edição do Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde, em 2019, agora foi a vez do Restaurante Aidé, localizado no concelho de Paços de Ferreira. A próxima meta é vender a ave durante todo o ano e por todo o país.

Já é conhecido o novo vencedor do Concurso Gastronómico do Capão à Freamunde, organizado pela Associação Juvenil Ao Futuro (AJAF). O presidente da entidade, Carlos Costa, revela que esta edição foi uma verdadeira “Champions League”, mas lamenta o facto de terem aderido menos restaurantes.

O Restaurante Aidé confecionou o melhor Capão à Freamunde e sucedeu o vencedor do ano de 2019, o restaurante “O Marceneiro”, que por sua vez ficou posicionado em terceiro lugar esta edição. O segundo prémio foi para o restaurante “O Tarasco”.

O presidente da Associação declara que é importante ao longo dos anos existirem diferentes vencedores, uma vez que demonstra imparcialidade por parte do júri e junta diversas figuras ilustres da gastronomia nacional.

O concurso contou com o cidadão honorário Fernando de Mello como Presidente do Júri, uma vez que abraçou esta iniciativa há mais de uma década, assim como pelo Chefe de Cozinha, Paulo Queirós, o Jornalista, António Moura, a Engenheira, Rosa Patacho e o Professor da Escola de Hotelaria do Politécnico do Porto, Luís Correira.

Humberto Brito, Presidente da Câmara Municipal de Paços de Ferreira, afirma que a especialidade do concelho tem evoluído ao longo dos anos por mérito de “muitos homens e mulheres que contribuíram para que hoje o Capão à Freamunde seja uma grande imagem de marca do concelho”.

Mas, mais do que uma marca do concelho, a meta é fazer a ave “voar” por todo o país!

Para Fernando de Mello, todos os embaixadores que divulgam a iguaria pelo país também tiveram um papel muito importante nesta edição da Semana Gastronómica, uma vez que foram totalizados mais de cinquenta efetivos: “Este cargo não é meramente honorário, estas pessoas implementam o capão ao longo da sua vida profissional em várias zonas do país. E vamos fiscalizá-los”, brinca.

Assim sendo, os novos embaixadores da especialidade são:

  • Victor Felisberto, com restaurante em Abrantes;
  • Zahari Markov, do restaurante lisboeta The B. Temple
  • Manuel Moura, fundador da confraria das Tripas à Moda do Porto;
  • Anselmo Mendes, enólogo;
  • Paulo Queirós, do Restaurante Cordel Maneirista, de Coimbra;
  • Paulo Rodrigues, Rei dos Leitões na Mealhada;
  • Júlio Fernandes, vice-presidente da ARESP;
  • Lídia Braz, restaurante Stramuntana, em Vila Nova de Gaia;

O Presidente da Junta de Freguesia de Freamunde, Arménio Ribeiro, afirma que o Capão à Freamunde tem “trazido cada vez mais pessoas a Freamunde e ao nosso concelho”, o que por sua vez tem “ajudado a potenciar a economia local e, simultaneamente, projetado o nosso território a nível nacional. Hoje temos chef’s embaixadores de todo o país”.

A classificação da Freamunde como Indicação Geográfica Protegida (IGP) dá garantias de qualidade dos animais, ao mesmo tempo que envolve mais responsabilidade por parte de todos os envolvidos e a necessidade urgente de se angariar uma sala de abate:

“Esta certificação vem acelerar a urgência da sala de abate, que vai ser uma realidade a curto prazo. Os consumidores passarão a ter a garantia de que estão a consumir um produto genuíno supervisionado por técnicos competentes, com toda a higiene e segurança”, declarou Arménio Ribeiro.

Assim sendo, a sala de abate será a próxima meta para que torne o Capão à Freamunde um produto “mais nobre e com valor acrescentado”, o que se traduz em novos mercados e compradores para o futuro: “Ter capão todo o ano e para todo o país”.

Deixa aqui o teu comentário

Entretenimento

Maria Cerqueira Gomes presta homenagem a Amélie Bastos

Maria Cerqueira sentida com caso da jovem de 16 anos

Publicado há

em

Amélie Bastos era uma jovem de 16 anos com problemas mentais e que infelizmente tirou a própria vida, na passada terça-feira, dia 18.

O infeliz desfecho chocou os portugueses, e foi devido a esta triste situação que no programa “Dois às 10” Maria Cerqueira Gomes deixou uma palavra de alento: “Queria mandar um beijinho para a família da Amélie, que, com certeza, está a passar um mau momento. Hoje falámos de doenças raras e, infelizmente, doenças mentais são cada vez menos raras e foi o caso desta menina de 16 anos que ontem, infelizmente, perdeu a vida”.

Para além disso, a comunicadora portuense ainda pediu aos portugueses que reflitam sobre a situação da jovem, que também é um exemplo de outros tantos casos “Foi uma filha desta família mas podia ser alguém mais próximo de nós, portanto um beijinho e muita força”.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a Ler

Noticías

Amélie Bastos: corpo da jovem de 16 anos foi encontrado

A jovem tinha desaparecido na manhã de segunda-feira

Publicado há

em

Amélie Bastos desapareceu na manhã desta segunda-feira, dia 17 de janeiro, e foi a mãe quem deu o alerta e partilhou nas redes sociais o sucedido.

Tem cabelo castanho ondulado e comprido até meio das costas, olhos castanhos, 1,67 m e 43kg. Vestia um casaco comprido preto de capuz, umas calças de ganga claras e umas botas”.

Ao que parece a menina estava com problemas mentais sendo que andava em tratamentos psiquiátricos há um ano.

A mãe referiu no comunicado que a menina tinha pensamentos suicida e que tinha levado roupa. Infelizmente foi encontrada nesta terça-feira, na praia dos ingleses, no Porto, por volta das 19h15, segundo informação dada pelo “Jornal de Notícias”.

A família está a receber apoio psicológico, após ter estado na praia a acompanhar as buscas.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a Ler

Famosos

Céline Dion: o problema de saúde que a afastou dos palcos

Céline Dion continuará afastada dos palcos

Publicado há

em

A cantora de 53 anos continuará afastada dos palcos devido a problemas de saúde.

Segundo fontes e notícias publicadas anteriormente, a cantora mostrava dificuldades motoras, como o facto de se levantar da cama e não sentir os membros inferiores, e até mesmo a perda de peso foi comentada.

Desde novembro que a cantora tem estado com alguns problemas, e embora quisesse regressar aos palcos, parece que se vai manter afastada.

“Ela sofre de dores nas pernas e pés que a paralisam. Ela está muito fraca e perdeu muito peso”

Céline Dion decidiu comentar a situação nas redes sociais, “Esperava estar pronta mas suponho que tenho que ser mais paciente e seguir os conselhos dos médicos. Mal posso esperar para voltar aos palcos de novo”.

Ora veja:

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a Ler
Publicidade
Publicidade

Tendências