“DEIXEI QUASE DE COMER “ ADMITE JÚLIO ISIDRO, APÓS TESTAR POSITIVO À COVID-19
Redes Sociais

Noticías

“DEIXEI QUASE DE COMER “ ADMITE JÚLIO ISIDRO, APÓS TESTAR POSITIVO À COVID-19

Nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Publicado há

em

Foto: Julio Isidro

Sendo considerado um doente de elevado risco, Júlio mostra-se atento à doença, “Com menos 20 anos estaria mais tranquilo”

Júlio Isidro depara-se aos 75 anos com um teste positivo à Covid-19, e sendo este considerado um doente de risco derivado à sua idade, entrou em choque.
“Não esperava esta situação porque sou muito cuidadoso. Eu sou obsessivo a lavar as mãos e as superfícies e no trabalho tinha todos os cuidados”, revelou o apresentador da RTP.
Com sintomas ligeiros, e entre as paredes de sua casa, Júlio tem tentado manter as suas rotinas profissionais, “Tenho sintomas razoavelmente discretos, mas nunca tive febre, tosse ou sensação de exaustão”, mostrando-se em alerta para uma possível evolução da doença, “Com menos 20 anos estaria mais tranquilo, mas tenho lido o suficiente para saber que a idade não determina a mortalidade”.
Sempre levou uma vida tranquila e admite esse ser o seu grande trunfo para combater a doença, “Tenho esperança que uma vida inteira a ser careta vale a pena. Nunca fumei, consumi drogas e álcool só esporadicamente. Não tenho antecedentes clínicos por isso acho que são boas notícias.”
Apesar de ter testado positivo, Júlio Isidro manteve o seu programa de rádio, “Fiz no último sábado e já estava diagnosticado. Isso faz parte do compromisso que eu tenho com o público, com as pessoas que me têm acompanhado ao longo destes anos todos e também é uma forma de me manter ativo e ocupar o tempo livre”.

“Cansado de estar em isolamento fechado em casa, o apresentador da RTP já está a preparar o seu regresso.”

Deixa aqui o teu comentário

Entretenimento

Destino de Marco Paulo: o que irá acontecer?

Marco Paulo foi diagnosticado novamente com cancro

Publicado há

em

Marco Paulo voltou infelizmente a ser diagnosticado com cancro o que poderá influenciar a sua vida pessoal e profissional. Embora o artista de 77 anos afirmar estar bem, estes últimos acontecimentos podem vir a interferir na sua presença na SIC, no programa “Alô Portugal”.

Segundo o próprio, continuará na estação televisiva e manterá as suas funções até ao inverno.

O programa vai continuar até ao final do verão e depois no inverno. Sou muito bem tratado pela Ana Marques e eu trato-a como minha irmã”.

Ainda explicou o que terá de adotar no seu quotidiano nesta fase, “Tenho de levar injeções na minha barriguinha de três em três semanas. E tenho de tomar todos os dias dois comprimidos às 8 horas da noite.

Não me cai o cabelo, não me dá más-disposições, mal-estar. Não tenho dores. Sei que está cá qualquer coisa no pulmão, mas vamos tentar fazer com que a medicação que tomo me continue a dar esta boa disposição”.

Marco Paulo

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler

Entretenimento

Ator Joaquim de Almeida vai entrar em Velocidade Furiosa!

O filme Velocidade Furiosa 10 está a ser rodado em Portugal

Publicado há

em

Algumas das filmagens do Velocidade Furiosa 10 estão a ser gravadas em Portugal, e a atriz Daniela Melchior é uma das personagens principais do filme.

Mas parece que não será a única portuguesa na equipa! Joaquim de Almeida fará parte novamente de uma das “sagas” mais famosas de Hollywood.

Ao que parece foi o próprio ator, Joaquim de Almeida, que confirmou a Manuel Luís Goucha a novidade.

Recorde-se que o ator já tinha participado há 11 anos, e voltará a entrar, e segundo Goucha, os elogios a Daniela Melchior não tardaram, “A Daniela Melchior é a mais lançada das atrizes portuguesas [em Hollywood], está em tudo. Agora estive com ela no ‘Velocidade Furiosa 10’. Ela tem um papel principal, eu faço o mesmo… bem, não posso falar disto, é proibido”.  

Joaquim de Almeida

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler

Noticías

Capital do Móvel está de regresso ao Pavilhão Carlos Lopes em Lisboa

A Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) veio comunicar a realização da Capital do Móvel em Lisboa.

Publicado há

em

A maior feira de decoração e mobiliário está de volta ao Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, entre os dias 6 e 10 de julho. Esta será a segunda edição da Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) na capital portuguesa, depois do sucesso em 2021.

Através de uma nota de imprensa, a Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) comunicou a realização da 57ª Capital do Móvel que terá lugar, pela segunda vez, no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, entre os dias 6 e 10 de julho.

Depois de uma primeira edição em 2021, a maior feira de mobiliário e decoração pretende reunir novamente dezenas de expositores em Lisboa para mostrar o melhor que se produz na Capital do Móvel e impulsionar este setor num ponto estratégico de Portugal.

Durante quatro dias, os empresários terão a oportunidade de deixar uma marca da Capital do Móvel no polo socioeconómico mais importante do país, assim como poderão atrair novos visitantes e permitir um maior desenvolvimento das empresas locais através de novos contactos e parceiros de negócio.

Deixa aqui o teu comentário
Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

Tendências