Segue-nos

País

O último adeus o Fadista Carlos de Carmo

Muitas figuras públicas que esta segunda-feira prestaram a última homenagem a Carlos do Carmo

Publicado

em

Foi com muita emoção que dezenas de figuras públicas se despediram do Carlos do Carmo, na Basílica da Estrela em Lisboa.

Muitas figuras públicas que esta segunda-feira, dia 4 – dia de luto nacional pela morte de Carlos do Carmo quiseram prestar a sua última homenagem ao fadista que marcou a história do fado.

Carlos do Carmo morreu no dia 1 de Janeiro, aos 81 anos, vítima de aneurisma

Desde cedo que foram muitos os que quiseram despedir-se do cantor. Entre eles, o maestro António Vitorino de Almeida, grande amigo de Carlos do Carmo e o primeiro a chegar à Basílica. os fadistas Camané , Marisa e João Braga, os jornalistas Ricardo Costa e Joaquim Sousa Martins. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, também marcaram igualmente presença no funeral.

Comentários Facebook

País

Dona do Pingo Doce dá 500 € de prémio a 21 mil funcionários em Portugal

O grupo do Pingo Doce tinha no início do ano atribuído prémio extraordinário anual de 10 milhões de euros aos trabalhadores em Portugal sobre aos resultados de 2019.

Publicado

on

O grupo do Pingo Doce tinha no início do ano atribuído prémio extraordinário anual de 10 milhões de euros aos trabalhadores em Portugal sobre aos resultados de 2019.

O grupo Jeronimo Martins distribuiu cerca de 20 milhões pelos funcionarios Pingo Doce, Recheio e Ara.

1/3 do valor foi distribuído às equipas das lojas e centros de distribuição das companhias, em Portugal”, Segundo confirmou o Jornal Dinheiro Vivo . Pingo Doce e Recheio são as duas cadeias do grupo no mercado nacional.

No Natal Jerónimo Martins anunciava ter fechado o ano de 2020 com vendas 19,3 mil milhões de euros.

Uma subida de 3,5% em relação ao ano 2019, apesar do impacto da pandemia
Deste montante, cerca de 6,6 milhões foram distribuidos em premios para os trabalhadores do mercado nacional

O prémio anual foi atribuído a 71.500 colaboradores do grupo, nos três países onde o grupo Jerónimo Martins está presente, cada um dos colaboradores elegível recebeu 500 euros (+5% face a 2018), o mesmo valor em Portugal, Polónia ou Colômbia. O grupo emprega 115 mil trabalhadores. Em Portugal, 80% dos colaboradores, de um total perto das 21 mil pessoas, foram elegíveis a receber o prémio.

Comentários Facebook
Continuar a ler

País

Ciganos vão ter casas novas no acampamento junto à câmara de Paredes

A Autarquia de Paredes adquiriu terreno para construir habitação social.

Publicado

on

A Autarquia de Paredes adquiriu terreno para construir habitação social. Proposta foi contestada pelo CDS por entender que “uma coisa é reinstalar, outra coisa é ocupar para instalar”. PSD absteve-se e CDU aplaudiu a ideia pela abrangência.

António Orlando – texto

A Câmara de Paredes anunciou a compra do terreno do acampamento cigano para aí construir habitação social para realojar aquela comunidade ali radicada há mais de 20 anos.

O terreno adquirido a vários proprietários custou para já 650 mil euros. São 16 mil metros quadrados de terreno, não só onde está atualmente a comunidade cigana, mas também “a montante”. “À medida que vamos fazendo a construção vamos realojando alguns ciganos e deitando algumas barracas abaixo”, exemplificou o presidente da autarquia, Alexandre Almeida, na reunião da Assembleia Municipal realizada no passado dia 27, no Pavilhão do Centro Escolar de Paredes.

Este poderá ser início do fim do mais triste cenário urbanístico do concelho.

O autarca explicou que (….)

CERIMÓNIA DE ASSINATURA DO ACORDO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DO 1.º DIREITO PARA O MUNICÍPIO DE PAREDES | ESTRATÉGIA LOCAL…

Publicado por Câmara Municipal de Paredes em Quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Comentários Facebook
Continuar a ler

País

Alterações ao Código da Estrada entram hoje em vigor com multas agravadas

As novas alterações ao Código da Estrada entram hoje em vigor, com multas agravadas para o uso do telemóvel

Publicado

on

As novas alterações ao Código da Estrada entram hoje em vigor, com multas agravadas para o uso do telemóvel

O valor das coimas por uso do telemóvel vai duplicar, está estabelecida uma penalização entre 250 a 1.250 euros

Condutores de veículos para transporte remunerado de passageiros a partir de plataforma eletrónica (TVDE) passam a estar incluídos no grupo de condutores sujeitos ao regime especial, que considera sob influência de álcool a condução com uma taxa igual ou superior a 0,20 gramas por litro de sangue.

As novas alterações contemplam também a obrigatoriedade de os tratores passarem a circular com arco de segurança erguido e em posição de serviço, desde que homologados com esta estrutura, bem como a utilização do cinto e outros dispositivos de segurança com que os veículos estejam equipados, incluindo “avisadores luminosos especiais” (rotativo de cor amarela).

O incumprimento pode dar origem a uma coima entre os 120 e 600 euros.

Agora passa também a ser possível apresentar às entidades fiscalizadoras os documentos de identificação através da aplicação id.gov.pt.

Foi atribuída competência para fiscalizar à GNR, à PSP, à Polícia Marítima e aos municípios para atuarem fora das vias públicas e áreas protegidas em situações de pernoita e aparcamento de autocaravanas ou rulotes fora dos locais autorizados.

As novas medidas abrangem ainda as trotinetes elétricas, que passam a ser equiparadas a bicicletas quando atingem uma velocidade máxima até 25 quilómetros por hora ou potência máxima contínua até 0,25 quilowatts.

Aos utilizadores das que atingem velocidades superiores a esses limites serão aplicadas coimas de 60 a 300 euros, caso circulem em desrespeito pelas respetivas características técnicas e regime de circulação.

A revisão do Código da Estrada possibilita igualmente uma concentração de todas as categorias de veículos na carta de condução, permitindo eliminar as licenças para conduzir tratores e máquinas agrícolas ou florestais na via pública, e a dispensa do levantamento dos autos de contraordenação para os condutores de veículos em missão urgente de prestação de socorro ou de interesse público.

Comentários Facebook
Continuar a ler

Anuncios

Advertisement

Trending